Translate

Buenos Aires - San Telmo no domingo


No nosso terceiro dia na cidade, domingo, não podíamos deixar de visitar a Feira de San Telmo, mas antes algumas paradinhas. 

Saímos cedo, logo após o café da manhã, pegamos subte linha D (verde) para a Plaza Itália, começamos o passeio pelo Jardim Botânico, lugar muito bonito, agradável, tranquilo, bem cuidado, esculturas recuperadas e limpas. Durante a caminhada em meio a tanto verde é possível sentir uma paz, um passeio relaxante. Pela quantidade de gatos posso afirmar que são os guardiões do parque. São gatos bem cuidados, bonitos e meigos. Funciona todos os dias das 8 as 18h - Av. Santa Fé/Plz. Itália - entrada gratuita. 
Jardim botânico


Jardim botânico

Jardim botânico

Caminho do Zoo para o Jardim Japonês

Seguimos a pé para o Zoo de Buenos Aires que fica bem próximo ao Jd. Botânico (atravessando a rua). Imperdível para quem curte animais ou está acompanhado por crianças. Mesmo ocupando uma área muito extensa é possível fazê-lo tranquilamente numa manhã, é interessante seguir o mapa entregue na entrada. Possui uma variedade muito grande de animais divididos por setores (aquário, répteis, aves....). Quiosques espalhados pelo parque vendem sacos/baldes de ração (Ar$14) é permitido alimentar a maioria dos animais, vale a pena a experiência. Fica na Plaza Itália, de terça a domingo das 10/18h - entrada Ar$ 22.
Zoo 

Zoo

Zoo

Continuando nosso passeio seguimos caminhando para conhecer o Jardim Japonês, o espaço é pequeno mas muito lindo, um passeio bem rápido e recomendado. Um amigo indicou almoçar no restaurante local, mas já tínhamos programado almoçar em San Telmo, então fica a dica.  Av. Casares - diariamente das 10/18h - Ar$ 8. 
Jardim Japonês

Jardim Japonês

Jardim Japonês

Jardim Japonês

Jardim Japonês

Jardim Japonês

Na saída do Jardim Japonês pegamos táxi para San Telmo (Ar$ 22). Como já eram quase 15h resolvemos almoçar, seguimos a dica de uma amiga e optamos pelo El Desnível, um local simples, preço modesto, comida farta e deliciosa, cada prato saiu na faixa dos Ar$ 35/40. Com sorvete da Freddo de sobremesa, seguimos passeando pela feirinha de San Telmo, como o próprio nome diz, uma feira de antiguidades, a feira mesmo não me chamou à atenção. Achei interessante os personagens que ocupam as calçadas, um casal idoso dançando tango, uma senhorinha tocando bateria e cantando em inglês, Charles Chaplin.... Enfim é um passeio muito interessante, observar as pessoas e os costumes locais me agradou. 
El Desnível

El Desnível

El Desnível

El Desnível

Para queimar as calorias adquiridas durante o almoço, voltamos para o hotel a pé observando a feira de artesanato montada na calçada. 

No final da tarde pegamos um táxi com destino a Puerto Madero (Ar$ 14). O local é realmente muito bonito, com muitos restaurantes e bares, me parece ser o point de Buenos Aires. A Ponte da Mulher é muito bonita e estava linda toda iluminada em cor de rosa em virtude da campanha contra o câncer de mama. No local estava acontecendo uma exposição também em prol da campanha. Seguimos a pé para a Casa Rosada que a noite se destaca por sua iluminação. E para fechar a noite jantamos num café a caminho do Hotel, muito bom, mas infelizmente não me recordo o nome, lembro que ficava na Calle Florida. 
Puerto Madero

Puerto Madero - Fragata Sarmiento

Puerto Madero - Ponte da Mulher

Puerto Madero - Exposição campanha contra o câncer de mama

Puerto Madero - Fragata Sarmiento

Casa Rosada 

Casa Rosada
* viagem realizada em Novembro/2010

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários e Pitacos são bem-vindos!!!
Em breve responderei através desta página.
Espero que tenha gostado e volte sempre!!!